Midsommar - O solstício de verão e seus encantos

Por Sarah Zar - Europa

Depois do Natal, um dos feriados mais prestigiados e tradicionais aqui na Suécia é o Midsommar, dia no qual é celebrado o solstício de verão, que ocorre entre os dias 19 à 26 de junho no hemisfério norte, e impressiona pelas semelhanças com a tradicional Festa de São João brasileira.


Neste dia, as pessoas usam vestimentas tradicionais e cantam, bebem, comem comidas e frutas típicas da época, e dançam ao redor do majstången (mastro de maio ou germânico, o mesmo que deu origem ao da nossa festa junina) decorado com folhas, galhos, flores e fitas.


Canções populares sobre sapos, trabalho camponês, amor (entre outros temas ligados ao verão) são cantadas e dançadas junto às coreografias. Após a celebração, todos se reúnem em mesas ou toalhas sobre a grama e comem morangos frescos ou sobremesas com eles, além de comidas à base de batatas, peixes e carnes, tudo isto acompanhado por sucos ou bebidas alcoólicas.


Além das vestimentas, em sua maioria, confeccionadas artesanalmente, coroas de flores e folhas são um item importante, pois a tradição pagã acredita que traz sorte e saúde. Feitas à mão, são usadas por meninas e mulheres.


A reunião entre famílias e amigos em espaços abertos resulta em um dia alegre e divertido onde, além das atrações, são apreciadas dezoito horas de luz do dia (considerado o dia mais longo do hemisfério norte). Um dia particularmente especial para uma população que tem dias curtos e, na maior parte do ano, convive muito pouco com o sol.


Como no Brasil, o período também é época de simpatias. Se em nosso país o apelo é a Santo Antônio, o “Santo Casamenteiro”, por aqui um mito da cultura nórdica diz que se a pessoa colher sete tipos de flores silvestres e as colocar debaixo do travesseiro é possível sonhar com o futuro amor.


Participar do festejo Midsommar, a "festa junina" dos povos nórdicos, me faz admirar o poder das tradições, suas origens e transformações. As festas tradicionais, em seu formato pagão ou religioso, chamam atenção pelos os detalhes que as caracterizam como as músicas, danças, comida e o cuidado com tudo que é feito à mão. Heranças passadas de geração em geração.

0 visualização

Curitiba - Brasil

www.urdume.com.br