HERESIES, a revista que precedeu a URDUME



HERESIES foi uma revista feminista publicada de 1977 a 1992, organizada por um coletivo conhecido como o Heresies Collective, na cidade de Nova York. Foram publicados 27 edições, editadas coletivamente por um grupo de voluntárias interessadas ​​em feminismo, arte, política, padrões de comunicação, questões de gênero, artes tradicionais femininas e políticas, estética, violência contra mulheres, mulheres trabalhadoras, mulheres de países periféricos, mulheres e música, sexo, cinema, ativismo, racismo, pós-modernismo e maioridade.


Inicialmente o coletivo foi formado por Joan Braderman, Mary Beth Edelson, Elizabeth Hess, Ellen Lanyon, Arlene Ladden, Lucy R. Lippard, Marty Pottenger, Miriam Schapiro e May Stevens.

Símbolo da segunda onda feminista, a publicação buscou trabalhar diversos temas relacionados ao universo das mulheres sob o ponto de vista do reconhecimento e busca por direitos, entre eles as artes tradicionais femininas com tricô, crochê e costura. A edição número #04 é toda dedicada ao tema e o editorial da revista diz: "Nós esperamos que Heresies possa estimular o diálogo sobre teorias estéticas e políticas, encorajando a escrita sobre a história dos saberes femininos, e renove a energia criativa das mulheres. Esse é um espaço para articulação da diversidade. Estamos comprometidas com a ampliação da definição daquilo que é considerado arte."


Os artigos da edição #04 reúne temas como: "A estética da opressão - artes tradicionais das mulheres mexicanas", "A dimensão política da tecelagem", "Fazendo algo para nada - a definição da arte feminina como hobby".


Nós não a conhecíamos quando a URDUME foi criada, mas certamente ela é a avó da nossa revista. Um viva a ancestralidade!


Para ler a edição completa, em inglês, clique aqui


52 visualizações
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Facebook Ícone

INSTITUTO ​ URDUME I Curitiba - Brasil I Contato: gustavo@urdume.com.br 

  todos os direitos reservados